top of page
Buscar

O LAR DA CARIDADE, popularmente conhecido como Hospital do Fogo Selvagem.

Atualizado: 5 de out. de 2022

Como tudo começou...

Em uma época não tão distante, uma mulher negra, pobre, vinda de uma família grande

e humilde se vê em uma situação crítica.


Enfermeira em uma instituição de saúde ela se depara com diversos pacientes - acometidas por uma moléstia incomum – serem despejadas do Hospital devido ao tratamento difícil e dispendioso.

Essa mulher de baixa estatura, mas de uma bondade imensa, rapidamente se solidariza à condição apresentadas por aquele grupo de indivíduos e em uma decisão radical decide acolher os enfermos desamparados em sua própria casa.

Talvez seja fácil dar nome ao seu ato ali iniciado e mantido até o final da sua existência terrena, 49 anos depois. Contudo, difícil é para a maioria de nós, compreender sentimentos que não possuímos. De onde proviria tanto amor e que sustentaria tantas vidas?


Foi em 1957, que o Hospital do Fogo Selvagem surgiu, dando condições legais ao funcionamento das atividades de acolhimento e tratamento aqueles acometidos pelo pênfigo, bem como ao seu grupo familiar.

A expansão e a variedade dos atendimentos exigiam de maneira determinante, providências específicas: atividades de educação formal e profissional foram estabelecidas; moradias providenciadas quando e como possível; assistência médica especializada para os casos de maior complexidade e tratamentos de longo curso.




O propósito de Dona Aparecida sempre foi o amor ao próximo, a expressar-se na caridade simples e natural. Os mestres trabalham, ensinam e se vão, para que os aprendizes moldem na base dos conhecimentos deixados de uma condição espiritual própria, condição essa inerente a “Vó Cida”. E desse legado, empenha-se o Lar da Caridade na continuidade desse propósito.

Tudo passa” acalmava assim nossa Mãe Espiritual as inquietudes no coração do Chico. “Isso também passa”, observa-lhe judiciosamente Emmanuel nos momentos das bonanças. Guarda no teu coração os tesouros da tua vida, que estes de acompanharão onde fores, pela eternidade, ensinou Jesus, pois permanente é a caminhada do ser em direção a Deus.



112 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page